ANTECIPOU-SE AO CRIME: Com autorização da justiça SIG prende homem para evitar feminicídio

Na tarde desta terça-feira (27) o SIG da Polícia Civil de Sidrolândia prendeu A.S, de 61 anos, sob a acusação de violência doméstica e ameaça, cumprindo mandado de prisão preventiva expedido pela justiça.

A representação pela Prisão Preventiva foi feita pelo Delegado Titular da DEPOL de Sidrolândia, Drº Diego Dantas, depois de analisar um vasto material comprobatório, envolvendo graves ameaças à vítima.

Drº Diego colocou que representou pela prisão pela gravidade das ameaças e no sentido de resguardar a vida da vítima,  por visualizar, no caso, um “potencial caso de futuro feminicídio”.

A equipe do SIG quando chegou a residência de A.S. o encontrou em pesado estado de embriaguez e a seu lado um facão que teria sido usado para ameaçar sua companheira, já no final de semana, quando o caso foi registrado na DEPOL.

A.S. possui uma condenação, no estado do Paraná, por homicídio qualificado, a qual lhe rendeu uma condenação de 11 anos de prisão.

O Delegado vai aguardar que o preso se recupere do estado de embriaguez para fazer sua oitiva, como também busca mais informações com relação a sua situação perante a justiça.

A atitude de Drº Diego demonstra não só a gravidade do caso, mas também a seriedade e zelo com que a polícia de Sidrolândia vem atuando nos casos de violência contra a mulher. Certamente esse crime, que deverá ser caracterizado como Violência Doméstica e ameaça, se não fosse a atuação da Polícia Civil, poderia entrar para as estatísticas como FEMINICÍDIO.

 

Algum comentário?