Destino Rússia: equipe brasileira está pronta para a WorldSkills

Foram 7 meses de treinamento. Muitos competidores fizeram esta preparação em cidades diferentes das que moram. E agora, eles estão prontos para o desafio: vão competir na WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo.  

A delegação brasileira é formada por 63 competidores: 56 alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e 7 do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Antes do embarque, eles participaram de uma imersão de três dias, com o tema “Superação de uma equipe de alta performance”. Eles receberam orientações sobre a cultura na Rússia, como lidar com a diferença do fuso horário e questões de cada uma das ocupações com os intérpretes e especialistas que os acompanharão durante a competição. Também participaram de atividades para integração da equipe.

 Paulo Storani apresentou a palestra “Construindo a tropa de elite” para os competidores

Os competidores ainda tiveram uma palestra com Paulo Storani, consultor de operações especiais e preparador dos atores policiais do filme Tropa de Elite e Tropa de Elite II. Com o tema Construindo uma tropa de elite, Storani falou sobre estar preparado para os desafios, “Ningúem deu nada para vocês. Vocês conquistaram estar aqui na equipe brasileira. Vocês deram o melhor de vocês. E vão fazer o melhor em Kazan”, disse. 

Por 17 anos, Paulo Storani fez parte do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) e contou muito da experiência e da importância de se estar preaprado para os desafios. “Diante das dificuldades, não reclame. Não desista da missão”, afirmou. E lembrou da famosa frase dita nos filmes Tropa de Elite, “Missão dada é missão cumprida”.  

 Equipe brasileira durante a imersão, antes do embarque para Kazan

O diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, mandou uma mensagem aos competidores. “Vocês são pessoas que já se destacaram. Se destacaram porque fazerem educação profissional, passaram nas seletivas. Vocês integram a delegação brasileira que vai competir na WorldSkills, em Kazan. Vocês representam um país. O SENAI reconhece o esforço de vocês”, disse.

Lucchesi também lembrou que muitos jovens que se destacaram em edições anteriores da WorldSkills, conseguiram reconhecimento no mercado de trabalho e concluiu, “Vocês são o que o Brasil tem de melhor pra representá-lo na WorldSkills. Parabéns pra vocês. Estaremos juntos em Kazan”, finalizou. 

O Brasil é referência mundial em educação profissional. Foi o grande campeão em 2015, quando o torneio ocorreu em São Paulo. Dois anos depois, o país manteve-se no pódio, em segundo lugar, na competição realizada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

A competição é organizada pela WorldSkills International, entidade que trabalha desde 1950 pelo desenvolvimento e pela excelência das ocupações técnicas. O objetivo é estimular a formação profissional dos jovens e apoiar a preparação de profissionais para a indústria, o comércio e o setor de serviços. O torneio também indica a qualidade da educação profissional dos países participantes. O SENAI é a instituição brasileira associada à entidade internacional. 

Os competidores brasileiros embarcam no próximo domingo (18) para a 45ª WorldSkills, entre 22 a 27 de agosto em Kazan na Rússia. 

Algum comentário?