Em meio a correria, populares encontram tempo para contemplar ‘estátua viva’

Não fosse os movimentos de uma pequena boneca que segura em mãos, talvez a estátua viva passasse desapercebida pelos populares no centro de Dourados. Quem se aproximava ficava curioso com a arte na Praça Antônio João, na manhã deste sábado (18). 

“Eu estava um pouco distante quando ela [a estátua] se moveu e confesso que fiquei admirado. Cheguei mais perto e vi que era um trabalho diferente e contribui. Achei muito interessante”, comentou o aposentado João Marques da Silva, 65. 

Semelhante ao aposentado, várias pessoas se aproximavam da estátua viva. Ao depositar uma contribuição em dinheiro, espontânea, a pessoa recebia da “estátua” uma mensagem.

Há 9 anos como estátua viva, Sirlene Marques, 34, é de Campo Grande, e “roda” o Brasil se ornamentando como imagem para transmitir “paz e boas esperanças”. 

“Meu trabalho é inusitado, leva mensagens de paz e sabedoria e sou feliz”, contou a nossa reportagem. 

Elisangela Ferreira, 34, passava pela praça com a filha de seis e ambas ficaram surpreendidas com a estátua viva. 

“É diferente. Ela fica no sol e de repente a gente nota que é uma estátua viva. Minha filha ficou muito curiosa e peguei as mensagens, são realmente muito bonitas. É um trabalho muito legal”, pontuou. 

Por Gizele Almeida

Foto Gizele Almeida

DOURADOS NEWS

Algum comentário?