Para Lasier, velha política prepondera no país

O senador Lasier Martins (Podemos – RS) criticou na terça-feira (1), em Plenário, algumas decisões políticas tomadas por congressistas no mês de setembro, como a aprovação da Lei de Abuso de Autoridade (Lei 13.869, de 2019) e a da lei que amplia as possibilidades de uso dos recursos do Fundo Partidário (Lei 13.877, de 2019).

Outra insatisfação manifestada por Lasier diz respeito à mudança de comando da Receita Federal. Segundo Lasier, o órgão perdeu autonomia e, agora, só poderá agir com a autorização do Poder Judiciário.

— Em vez de melhoras, pioras na vida institucional do Brasil é o que se tem constatado. Trancam-se fiscalizações que deveriam controlar verbas e recursos abusivos ou inexplicáveis. Amordaçam-se instituições, como Polícia Federal, como Receita Federal. Acaba-se com o Coaf [Conselho de Controle de Atividades Financeiras, transformado na Unidade de Inteligência Financeira e transferido do Ministério da Economia para o Banco Central pela MP 893, editada em agosto]. Nós estamos vendo que a velha política, a política viciada da acomodação dos benefícios individuais do toma lá, dá cá é o que vem preponderando — disse.

Foto Jefferson Rudy/Agência Senado

Fonte: Agência Senado

Algum comentário?