Projeto quer cortar gastos baixando de 29 para 24 os vereadores da Capital

vereadorNono mais votado em 2012, o vereador Airton Saraiva (DEM) prometeu propor na próxima semana um projeto de lei diminuindo de 29 para 24 os parlamentares da Câmara de Campo Grande, para “cortar gastos”.

De acordo com Saraiva, o país passa por crise e a Câmara precisa dar o exemplo, assim como todos os poderes. “Deputados, juízes, promotores, todo mundo deveria baixar os salários para contribuir”, alegou.

Entretanto, o salário dos vereadores aumentará em janeiro de 2017, graças ao projeto votado em regime de urgência e aprovado pelos vereadores em dezembro de 2014. O vencimento dos vereadores passará de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil.

Airton também declarou que a previsão de deficit de 30 bilhões, anunciada pelo governo federal, o motivou a apresentar o projeto, que já tem assinatura de Paulo Siufi (3º mais votado) Flávio Cesar (7º mais votado), Magali Picarelli (18ª mais votada) e Chiquinho Telles (22º mais votado).

Com cinco vagas a menos, estariam de fora da legislatura atual os vereadores Coringa (PSD), Ayrton Araújo (PT), Cazuza (PP), Edson Shimabukuro (PTB) e Chocolate (PP).

Algum comentário?